sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Esta coisa chamada de TPM

Consigo ter os melhores pais do Mundo, acho que os escolhi bem. No entanto, como todos temos defeitos os meus também os têm.
A minha mãe é uma mãe galinha, o meu pai é um pai galo, se é que isso existe. No tempo de universidade, decidi que queria fazer erasmus, era algo possível, suportável e seria uma experiência importante para mim. Tudo bem até ao dia que o meu pai me implorou para que não fosse, já tinha viagem paga e tudo tratado. Escusado será dizer que fui não é?! Todas as semanas, por vezes dias, me perguntava quando voltava, se não podia vir mais cedo e blá blá blá. Quando cheguei de surpresa a casa, uma semana mais cedo que a data prevista, o homem ia morrendo, aquele que nunca desarma, que é rijo que nem uma pedra mais parecia uma alface.

Agora vive-se o drama de eu sair de casa. Vivo a 150km do namorado, neste momento já não o vejo há 3 semanas e sejamos sinceros ninguém aguenta estar tanto tempo longe da sua cara metade.
Estou à procura de trabalho e tento sempre procurar o mais perto possível do namorado. Porque queremos ir viver juntos, porque estamos fartos de estar longe um do outro, porque ninguém namora de mês a mês durante alguns dias, mesmo que todos os dias falem horas sem fio e porque está na altura. Porque namoramos há 5 anos e meio e porque queremos muito.

Uma pessoa explica isto tudo, uma pessoa diz mais umas quinhentas coisas e no fim ainda acham que eu devia era arranjar trabalho cá por cima. Porque poupava mais, porque assim ia amealhando e depois podia casar, porque isto, porque aquilo.
Ontem enquanto dizia que talvez fosse até Coimbra este fim de semana a minha mãe diz-me, "Não vás". Claro que num outro dia esta resposta não teria tanto impacto em mim, mas afinal de contas estou com a TPM e tudo tem outro efeito. Mulher sofre!

7 comentários:

  1. Eu também fico muito mais frágil quando estou nesses dias, por isso compreendo esse teu sofrimento e angustia. Acho que deves seguir o teu coração e fazeres o que queres, cinco ano e tal é bastante tempo afastados.

    ResponderExcluir
  2. Oh, super normal. Não te quer ver a ir embora. faz parte :)

    ResponderExcluir
  3. Como te entendo, os meus pais também são super protetores e já tenho 33 anos!
    Em relação a estares longe do teu namorado, e não terem o vosso cantinho, é realmente uma chatice, já passei por isso...mas tudo se resolve, com persistência e insistência, temos é de manter a fé acesa.
    PS: também estou de TPM...grrrrrrr... xD

    Beijinhos e bom fim de semana. ♥
    http://lovingmypinkbubble.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Tens que contrariá-los, se não nunca vais conseguir voar!

    ResponderExcluir
  5. Espero que tudo se resolva pelo melhor e que consigas estar perto de quem mais gostas!!!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  6. Great post dear! I invite you to join a Giveaway on my blog:

    theprintedsea.blogspot.de/2015/11/phone-case-giveaway.html

    ResponderExcluir
  7. Eu e o meu namorado estamos há mais de um ano a viver em países diferentes porque ainda não conseguimos encontrar uma solução... estamos juntos uma vez por vez, no mínimo, mas é verdade que não chega...

    ResponderExcluir