terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Uma semana

Da minha mãe herdei a boa disposição, o sorriso, a palavra certa e nunca desistir. A vontade de fazer sempre mais e melhor e a palavra sempre, mas sempre encorajadora.
Força era o seu nome do meio, doce a sua maior qualidade.

Podia enumerar as imensas qualidades dela, eram muitas e posso garantir que poucos eram os defeitos, a teimosia era o principal.
Percebi, numa semana, que a dor é imensurável, que a falta dela é constante e o vazio enorme. Mas também percebi que ter-te tido como MÃE foi a maior das sortes que tive, foi um privilégio, foste MÃE o tempo todo.

Guardo as melhores das recordações, prometo honrar-te e fazer de mim aquilo que tu desejarias que eu fosse. Sei que estarás sempre presente, agora de uma forma diferente, mas ser MÃE é ser para sempre.

Obrigada por teres feito parte da minha vida, obrigada por me ensinares a ser tão forte e obrigada por me teres amado tanto e assim fazeres com que eu te amasse ainda mais.



(O blog voltará ao seu "normal".)


2 comentários:

  1. Palavras muito bonitas, tenho a certeza que onde quer que ela esteja gostou de as ler e está muito orgulhosa de ti.
    Lamento imenso. Beijinhos*

    ResponderExcluir
  2. Nem consigo imaginar a dor de perder a nossa mãe. Muita força!! E o que escreveste... muito bonito :)

    ResponderExcluir