domingo, 24 de janeiro de 2016

Hoje quando fui votar, cruzei-me com aquele que foi a minha primeira paixão, desde a primária até ao básico.
Estava mais o meu irmão, foi a primeira vez que votou (como os putos crescem), e confirmei e voltei a lembrá-lo que só se chama B. porque o B. também se chamava.
Eu: "Viste o rapaz que cumprimentei? "É o B. aquele por quem era apaixonada na primária e por isso pedi à mãe para te chamares B. também."

Fica na inocência que foi só por isso que se chama B. mas na verdade, era o nome que os meus pais gostavam, a par com Nuno mas já havia um na família e acabou por ganhar o B.

3 comentários:

  1. Ahahah :)
    Fica a inocência como dizes :)
    Ps. O importante é que foram votar.

    ResponderExcluir
  2. Ahahah, isso não se faz, ou pelo menos não se admite :P

    ResponderExcluir